terça-feira, 1 de abril de 2014

Brasileiro vai integrar time de Carlsen na defesa do título

Milos ajudará Carlsen no WCC      Foto: Zé Velloso/Facebook
O hexacampeão brasileiro GM Gilberto Milos Jr. foi convidado oficialmente para integrar o time de "segundos" (auxiliares) que ajudarão o norueguês GM Magnus Carlsen, atual campeão mundial, a defender seu título frente ao indiano GM Viswanathan Anand, próximo desafiante, no Campeonato Mundial de Xadrez

O match, que acontece em novembro deste ano, ainda não tem data e local definidos pela FIDE (Federação Internacional de Xadrez). Há propostas da Noruega e da Genóvia para sediarem o evento.

Milos falou esta manhã, por telefone, com a Rádio Xadrez e confirmou com exclusividade que aceitará o convite. "Achei digno da parte dele me convidar, foi um reconhecimento aos dois empates que tivemos recentemente em Caxias do Sul e, provavelmente, ao respeito que ele tem com a tradição do xadrez brasileiro", disse.

Segundo nossa reportagem apurou, três membros da equipe de Carlsen serão mantidos: o norueguês GM Jon Hammer, de quem Carlsen é amigo de infância, o dinamarquês GM Peter Nielsen, que viajou recentemente com Carlsen para o Brasil, e o russo GM  Ian Nepomniachtchi. Milos substituirá o também russo GM Dmitry Jakovenko, considerado por Carlsen "inapropriado" para manter-se no time.

Ainda não estão definidos salário e forma de trabalho, mas o brasileiro provavelmente passará um ou dois meses na fazenda que a família de Magnus tem na Suíça. "Teremos contato por skype e, em algumas ocasiões mais próximas do match, terei de viajar para a Europa provavelmente", explica Milos. 

O brasileiro também confidenciou qual será o diferencial de sua estratégia de trabalho. "Penso em convidar aos GMs Rafael Leitão, que tem feito excelentes análises de partidas no Chessbase, e Krikor Mekhitarian, que provavelmente conserva alguns segredos de Aronian na bagagem, para me ajudarem na dura tarefa de derrotar Anand".

CONFIANÇA

A Rádio Xadrez tentou conversar com Carlsen para saber o porquê da escolha de Milos para sua equipe, mas ele não retornou nossos e-mails até o momento. Entretanto, Ellen Carlsen, irmã do norueguês, nos enviou a seguinte mensagem pelo Twitter: "Milos é uma boa escolha. Magnus contou que jogou futebol com ele após o torneio e que ele é duro de bater, tanto no campo quanto no xadrez". 

Opinião que foi corroborada pelo jornalista espanhol Leontxo García, entrevistado pela Rádio Xadrez nesta manhã, via e-mail. "A princípio, causa-me surpresa a escolha de Milos, em um ambiente em que há dezenas de Grandes Mestres com maior rating que ele, porém, pensando mais profundamente, recordo que Milos e Magnus fizeram uma boa amizade no Grand Slam de São Paulo", escreveu. 

"Carlsen sabe que confiança e amizade são fundamentais na montagem de um time e Gilberto tem uma vasta experiência no cenário internacional, de mais de 20 anos, que trará mais consistência ao time. Desejo boa sorte ao brasileiro!", completa García.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Presos competem no xadrez para ganhar a liberdade


A RÚSSIA ORGANIZA UM torneio de xadrez entre presidiários cujo prêmio é a própria liberdade.

A Federação Russa de Xadrez e o Serviço Penitenciário de Ryazan (196 quilômetros de Moscou) lançaram a campanha inovadora "Jogue pela sua vida". A idéia é da agência TBWA, de Moscou, contratada pela federação para promover o esporte.

Realizada entre vários centros penitenciários do país, a campanha tem o apoio do ex-campeão mundial de xadrez GM Anatony Karpov.

"Vendemos o xadrez como um esporte intelectual, que faz com que o jogador pense em suas decisões com antecedência e saiba avaliar as consequências de seus atos", diz o material da campanha.

Segundo a agência, as qualidades desenvolvidas pelo xadrez são essenciais no processo de reabilitação de presos. A inscrição para participar do campeonato é simples: desejar mudar de vida e participar do processo de reabilitação. Qualquer preso pode se inscrever no campeonato, independente do nível de jogo.

Os comerciais da campanha foram gravados em presídios reais, para mostrar como é o cotidiano dos presos. O campeão do torneio receberá uma carta de recomendação que, na prática, o ajudará a reduzir dias na pena e pleitear uma liberdade condicional.

Confira os dois vídeos abaixo:

Jogue por sua vida - Pão



Jogue por sua vida - Cavalo



BRASIL

No Brasil, o uso do xadrez em penitenciárias não é uma novidade. A prática é recomendada no Espírito Santo e no Piauí. O projeto no Espírito Santo, inclusive, já recebeu um prêmio internacional pela iniciativa

Leia abaixo matérias sobre o assunto:

Lances Finos